A Veterinária da Família



A veterinária da família.
Sou Maykon, se quiserem entender melhor este conto leiam os contos: “A minha sogra se revelo e A recompensa de Marília”. A irmã de minha sogra veio para as comemorações que Marta fez para Marília por ter passado no vestibular quando ela recebeu a informação de sua transferência para continuar seu curso de veterinária em São Luís, o que já estava tentando há vários meses, quando as aulas começaram, ela veio se hospedou na casa de Marta ela é uma mulher muito atraente e agradável tem trinta e dois anos, como a sobrinha é muito dedicada aos estudos, o que é muito louvável. Como já conhecia da festa de Marília, e na época tivemos vários papos não foi muito difícil nossa convivência ela é muito alegre contava muita piada foi muito agradável tê-la como amiga, no passar dos tempos fomos ficando mais amigos e íntimos, quando saíamos, eles ia conosco, nos dava muitas ideias e conselhos. Jogávamos muito baralho, sempre ela tava um jeito de esbarra em mim, tocar no meu corpo, pedir desculpas de certo tempo ela não se importava comigo se chegasse à casa de Marília se ela estivesse à vontade assim mesmo ela ficava Marília nada dizia assim foi por muito tempo, às vezes achava bom e às vezes ficava com vergonha, pois achava muita liberdade, mais como ninguém reclamava não seria eu que iria fazê-lo, a faculdade dela fica uns vente quilômetros da sede da cidade fica no caminho do meu trabalho, ou melhor, bem perto sempre que posso dou uma carona para ela, sempre tivemos muita liberdade mais ela não falava de Marília eu nunca tinha atentado para isso de certo tempo ela passou a tocar no nome de Marília com muitas perguntas sobre nosso namoro se o fato dela estudar longe de mim não sentia falta ou vontade de estar com outra pessoa, pois se fosse ela não resistiria tanto, sempre dava uma boa desculpas. Num final de semana que Marília viria para São Luis combinamos de jogar baralho um buraquinho básico, quando chegamos para o jogo ela disse que não aceitaria que eu jogasse com Marília, pois iríamos combinar não ia dá certo, assim, foi feito fique fazendo par com ela Marília com minha sogra, que fazia tudo para sempre está perto de mim, assim que as cartas estavam sendo distribuída ela disse preste bem atenção para não entregar cartas elas são muito espertas já conheço vamos nos comunicar não suporto perder nada na vida, começou o jogo na segunda rodada sentir tocarem nas minhas pernas olhei para ela vi um sorriso maroto ela tem um bom jogo suponho, quando recebi uma boa carta tentei fazer o mesmo estique minhas pernas não encontre as dela estique mais com a ponta dos dedos toquei em suas coxas que estavam entre abertas ela me olhou sorrio também abril mais ainda meus dedos tocaram em sua buceta ai ela prendeu meu pé entre suas pernas encostou mais ainda isso me deixou muito nervoso mais como ela não disse nada nem reagiu deixei até que minhas pernas cansaram, isso aconteceu mais duas vezes, o jogo terminou me despedir de Marília não vi mais a irmã de minha sogra nessa noite, como Marília estava lá não tive oportunidade de encontrar com ela até que Marilia voltasse para Belém, na quarta-feira ela me liga perguntando se poderia dá uma carona para ela disse que sim, passei por lá fomos juntos ela perguntou se poderia ajudar num trabalho que teria de fazer, que era um DVD como ela não tinha muito conhecimento com DVD ia precisar de alguém, tudo bem onde faremos? Ela disse que iria pedir para sua Marta e me ligaria tudo bem, chagamos na faculdade ela se despediu e nada do que aconteceu no jogo fiquei sem entender nada, mais tudo bem, quando foi no sábado, ela me ligou fui para a casa de Marília, chegando lá encontrei Marta que já sabia que iria trabalhar com sua irmã, até deu para dá uns tapinhas na bunda de Marta como o DVD era no quarto delas, ou melhor, de Marília eu e sua tia, tivemos que ir para o mesmo onde já conhecia muito, ai a tia me mostrou o que tinha feito e o que iríamos fazer ainda, começamos o trabalho era sobre inseminação de animais logo em seguida Marta me chamou disse que iria dá uma saída e logo estaria de volta para não falar nada para a tia, não entendi, mais fique calado, quando ela colocou o DVD para fazer a edição fique muito surpreso era com imagens de cavalos transando um homem colocando o braço dentro da égua isso foi por muito tempo aquilo foi mexendo com minha tesão o meu pau ficando duro ela sempre levantava ia ao banheiro eu sem entender muito os procedimentos que os veterinários encenavam só sei que já estava muito a fim de fazer aquilo também ela me disse já está acabando só falta um para a gente montar o trabalho ok? Ela colocou o ultimo DVD era só trepada de cavalo com aquele pauzão grande percebi que aquele DVD era para me provocar o que já estava acontecendo ela foi mais uma vez no banheiro ficou bem próximo de mim e disse gostou? O que acha disso? Isso me deixa louca já estou toda molhadinha com que vejo, pegou minha mão colocou na sua buceta pediu para que a beijasse que não agüentava mais, olha cuidado que a qualquer momento Marta pode entrar ai, vai ser muito chato, ela disse é verdade, então vamos gravar o trabalho depois veremos isso, para gravar teria que ir a um estúdio, pois não tínhamos equipamento para montar, fomos entramos no carro dela saímos só que em vez de irmos para o estúdio ela me levou para um motel disse que se não resolvesse aquilo agora não teria condições de acabar o trabalho. Ao entrar no motel ela me pediu que escolhesse um dos melhores apartamentos que tinha, pois queria muito conforte e prazer, disse que como tinha ido para trabalhar na casa de minha sogra não tinha levado dinheiro suficiente para esses gastos que escolhesse um mais em conta ela disse que estava com dinheiro o suficiente para agente até dormi no motel então escolhi uma suíte temática com temas da Arábia, é uma baita de suíte, simplesmente fantástica, coisa de cinema mesmo, até então nunca tinha ido numa assim, entramos fomos desfrutar das coisas que tinha na suíte ficamos conversando sobre sua sobrinha que seria muito perigoso agente se envolver caso desse umas escorregadelas isso poderia ser percebido por alguém da família (estava pensando em Marta que é muito esperta, fica me observando) disse que a minha sogra tinha recebido ordem de Marília para me vigiar ela disse que já tinha percebido que Marta tinha uma preocupação comigo que chamava a atenção, mais que ela era esperta suficiente para não se entregar que jamais criaria problemas na casa da irmã. O telefone dela toca era Marta procurando onde nós estávamos ela disse que estávamos montando o DVD num estúdio que só voltaria quanto acabasse porque teria que entregar no dia seguinte. Mesmo com liberdade e às vezes ter visto ela muito a vontade nunca imaginava que ela era tão boa assim, somando as duas, mãe e filha ela tem muitos mais que elas juntas é família mesmo, disse que faria aquilo porque gosto muito de mulher, que estava muito tempo sem sexo, pois Marília esta longe, que não poderia assumir compromisso com ela nem me comprometia de sempre estar com ela para não criar problema para mim, pois queria me casar com Marília, tudo bem, vamos esquecer isso só nos concentrar aqui agora. Pois já estamos é perdendo tempo ainda tenho que fazer o DVD, assim foi abrimos o frigobar pagamos um belho champanhe nos demos em belo banho começamos a nos beijar, na boca, no seio dela, na barriga, no umbigo, nas pernas, nas mãos, ela no meu pescoço, na minha barriga chegou à minha famosa pica que já estava banhada de champanhe e muito dura ela sentada na cama eu em pé na sua frente já num vai e vem entra e sai ela com minhas bolas em sua maravilhosa boca coloquei o dedo grande do pé em sua buceta que estava toda aberta e úmida ela deu um gemido de assustar aí, fomos para a banheira para nos deliciarmos dá uma trepada bem a vontade lá ficamos juntos ela veio sentou na minha pica colocou seus seios na minha boca é como se fosse um sessenta e nove muito gostoso, essa sensação de prazer é muito bom fazer sexo com uma mulher experiente e muito quente, ou melhor, insaciável uma verdadeira maquina de gozo e de rebolar passamos mais alguns minutos fomos para a cama que era muito confortável nessa altura eu já tinha dado minhas primeiras gozado ela também tomamos um bom vinho comemos uns tira-gostos que tinha na mesa voltamos para a nossa tarefa de fazer um mais satisfeitos que ou outro, coisa muito difícil de acontecer, pois o prazer era mutuo na mesma proporção a coloquei na cama com a maravilhosa bunda para cima comecei chupar toda aquela massa carnuda fui até a entrada de sua buceta que estava muito linda, ela é muito grande, carnuda, tem os lábios bem grossos um pouco esponjada é uma coisa do outro mundo, nessa família de uma coisa não se pode reclamar que são das bucetas todas de muito bom gosto e formas, ela disse que queria ser comida como se fosse as éguas que ela sempre via nas aulas que tinha na faculdade, disse assim como? Ela disse, sem pena e piedade, mete sem pensar que sou uma mulher mete, mete, mete já, meu garanhão eu quero ser comida como uma égua, como uma vaca, uma jumenta faça de mim a sua maior prostituta na vida, uma verdadeira puta, nessa altura já tinha feito o que era possível como já não aguentava mais disse que iria gozar onde ela queria que colocasse minha porra ela disse joga na taça de vinho e um pouco na minha boca, assim foi feito, eu peguei a taça coloquei uma parte e o resto na sua linda boquinha, nesse momento ela mesmo sem ser penetrada também gozou a gritos muitos fortes vendo aquilo fiquei muito mais excitado disse que iria comer o seu cuzinho que tem jeito de quem sabe receber um cacete maravilhoso ela disse no cu tem que ser de maneira especial calma que vou fazer para você meu amor lindo e gostoso, calma bem, ta ok? Quer saber como gosto de dá o meu cuzinho especial, quer? Disse que estava esperando, pois não estava mais agüentando ai ela pediu a taça com minha porra ficou de quatro mandou que colocasse com os meus dedos a porra em seu cuzinho coloca um, mais um, mais dois e o resto bota na minha frente que vou bebendo assim que seu maravilhoso cacete for entrando no meu cozinho, nunca tinha visto coisa igual é um tesão alucinante comer uma bela puta no cu e ela bebendo minha porra numa taça ao mesmo tempo ainda com três dedos em sua super maravilhosa buceta isso é coisa de uma verdadeira vadia olha que sou de gostar e viver muita putaria mais assim nunca tinha vivido, nem visto alguém falar em coisa igual. Ficamos por um bom tempo deitado para nos refazermos de tudo, como já estava ficando tarde resolvemos nos banharmos para irmos fazer agravação do DVD que seria entregue no outro dia nesse banho começamos um ensaboar o outro disse que eu iria lavar o maravilhoso cuzinho dela, pois tinha recebido dele o melhor prazer de todo minha vida sexual, que iria cuidar com muito carinho para nunca se esquecer do que me fez, quando passei o dedo nele tudo começou novamente ela abaixou me chupou com tanta vontade que meu cacete ardeu mais foi muito excitante ai abaixei também bem debaixo da ducha chupei sua maravilhosa buceta até gozamos juntos outra vez, como tínhamos que concluir o banho vestimo-nos e fomos para o estúdio agora sim concluir o trabalho da faculdade. Quando já estávamos para terminar o trabalho ela recebeu em telefonema de seu professor informando que só poderia recebê-lo na outra semana porque iria viajar. Como já estávamos terminando concluímos, fomos para casa vê como tinha ficado ela chamou sua irmã, minha sogra para juntos assistirmos, assim que acabou a apresentação marcamos para levá-la no dia marcado para o professor. Despedir-me fui embora durante esse tempo fique pensando como iria fazer para não perder a irmã de minha sogra e as outras da família. No dia certo fomos para a faculdade disse que teria que voltar para o trabalho assim que terminasse que me ligasse que ira buscá-la, mais como agente não tinha nem se quer se telefonado nesse período na nossa ida ela não tocou no que tinha acontecido entre a gente fui trabalhar muito intrigado esperava que ela falasse sobre tudo, mesmo não sendo muito de falar das coisas dela, tudo bem, ela ligou fui buscá-la intrigado mais fui já pensando que ela não tinha aceitado só aquela vez, apanhei voltamos conversando sobre a nota que recebeu me agradeceu pela ajuda e nada, quando ela me disse que iria me pedir uma coisa, pensei que era para esquecer aquilo tudo, disse o que é? O que eu tenho que fazer para nunca te perder, nunca deixa ficar sem essa rola no meu cu e minha buceta. Pois não queria te dá esse prazer, mas essa foi à única rola que verdadeiramente me vez gozar de verdade que me deixou muita saudade e apaixonada, penso nela todos os dias principalmente quando me banho. Beijamo-nos, nos tocam nos chupamos ali mesmo no carro, aquilo foi para mim um verdadeiro premio tenho que confessar que ela também passou a fazer parte da minha maravilhosa historia de amor completo. Disse olha, você tem que entender minha situação com sua sobrinha que é minha namorada e com sua irmã que nunca poderão saber do que aconteceu entre nos dois, ter controle quando estivermos próximos e nunca dá bandeira, ela disse só isso? Para não te perder farei qualquer sacrifício meu amor me beijou bem longo e ardente, assim foi à primeira vez com a irmã de minha sogra, já tivemos outras maravilhosas aventuras de amor. Peço desculpas por não poder contar com mais detalhes essa historia, pois não sou de falar de minhas intimidades. Se tem uma coisa que deixa uma homem feliz é vê uma mulher linda desfalecida deitada numa cama, após uma tarde de muito amor e sexo te dizendo que está morta de cansaço e de prazer como nunca tinha vivido na vida. É um verdadeiro premio para um homem, pois sem se gloriar, mais é isso que nos gratifica dá e receber verdadeiros elogios. Espero que goste e tenham também belas historias para nos contar. Obrigado! Caso tenham gostado

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario umagalinha

umagalinha Comentou em 19/04/2014

Muito bom... delícia.

foto perfil usuario

Comentou em 26/10/2013

hummmmmmm... adorei e votei... bjussssss...

foto perfil usuario mak19x5

mak19x5 Comentou em 30/09/2013

Bela historia espetacular Parabéns tem meu voto

foto perfil usuario jordanel

jordanel Comentou em 27/08/2013

Espetacular, muito bom.

foto perfil usuario sol45ma

sol45ma Comentou em 27/08/2013

muito bom! gostei

foto perfil usuario advogato ldna

advogato ldna Comentou em 27/08/2013

rapaz vc é o cara !!! só faltou comer a vovozinha !!! brincadeiras a parte ... o conto é uma delícia !!!! Parabéns !!!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


33668 - Uma surpresa para minha paixão. - Categoria: Heterosexual - Votos: 37
33795 - A Sogra se revelou - Categoria: Heterosexual - Votos: 24
34061 - A Recompensa de Marilia - Categoria: Heterosexual - Votos: 14
34735 - Com Marilia e Marta em Belém - Categoria: Heterosexual - Votos: 11
34995 - Comemorando o aniversário da Tia - Categoria: Heterosexual - Votos: 11
35406 - Ganhei uma Primazinha. - Categoria: Heterosexual - Votos: 30
35824 - A Primazinha (priminha) - Categoria: Heterosexual - Votos: 22
44640 - A mais nova da primazinha (priminha) - Categoria: Heterosexual - Votos: 22

Ficha do conto

Foto Perfil maysoujun
maysoujun

Nome do conto:
A Veterinária da Família

Codigo do conto:
34453

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
26/08/2013

Quant.de Votos:
18

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos gay o irmao mais novo do vizinhocontos eroticos sofri mas aguentei tudo na frente de meu maridoXVídeos estrupando negão e********* filhinha brinquinhoneguinha deu o cu egritavaFlagrei minha irmã tocando uma punheta no meu marido. Depois também participei. Com fotos.conto erotico meu genro picudocontos eroticos meninas jogando volei nuashiperdotados contos eroticosprovoquei papai porn conto eroticorasgaram meu cu no escuro nao vi se e meu marido ou naoalojamento junto com a mamãe parte 3 pornoconto erotico a boleiaconto erotico meninacontos eroticos gay meu primo duvidou e comi elequadrinho erotico sendo arombadaconto erotico peguei o marido dairmaconto herotico brechei minha mulher em casa transando com quatro homemcontos papakuConto erotico de viuva evangelica.contos eroticos gay brincando de escondequadrinhos porno coroasconto erótico de garoto de programa bombadão da rola de jumentoconto pau entrou apertado esposahq pornoMeu Irmao Conto Incestocontos eroticos esfolando o rabao das gordas feiascontos eroticos comendo meninas debutantescontos incertos peguei ela dormindo e fundi seu cuzinhocontos minha mae gosta que judiei do cu delaporno negao banbiou a perna de laporno quadrinhos celula marido incerto cunhada taradinha no banheirocontos erótico glauciaporno gay sex sarados demarreDei sonifero pra esposa levei pra casa um negrao comeu ela xxnxconto eróticoenteada enquanto ela dormia bateu uma siriricaconto viado corno putasiririca para o filho contocontos excitantes puberdadeconto erotico de encesto e de boceta raspasda dormindo junto com ha minha filhaquadrinhos insestos matando a saudadeconto erotico engolindo porra do amigoporno gay eu comi meu primo kkkkContos Eróticos de A Dona Rosa a Mãe do Meu Amigo Conto erotico enteadacontos erotiicos de casado dando o rabo para um negrominha esposa soninha e o velho roludo contos eroticosmeu dono me prostituiu contos gaysobrinha batendo punheta no teu tele Rosacontos eróticos de advogada s*****negao enrabou minha mae contoscontos eroticos real de professora casada que trai o marido com velho pirocudoa minha cunhada quadrinho pornodeixei meu amigo anao de pau duroConto eroticoExibindo a namorada para os garotoscontos com fotoscfm casadascontos eroticos incesto maravilhosocontos gay apartamentoConto erotico amiga cborou na minha rolaminha mulher mulata em casa contosponodoido Velho regado cu netaconto eroticos mulheres que coloca chifresconto erotico - corno a distância Comi minha tia no navio conto eroticoContos de ninfetas sem calcinhaCAPITULO A17 – A primeira vez tudo é estranho...fudendo o cu da nilsafada amadoraconto erotico minha esposa me trocou por outrogosto de ser corno contosrelatos as gostosas que seduziram seu padrastobuceta orgasmo caimbra nos pé sexocontos eroticos novinho virgemirmã da nadinha incestopriminha gostosa Contos Encoxando rabaoconto meu vizinho extra pauzudo grossoGordas gostosas de vestido safadas transando com vizinho no mato PonoDoidoconto estuprado por varias travesti